Desenvolvendo sua inteligência emocional para se tornar um funcionário eficaz

“Deixe suas emoções na porta.” Você provavelmente já ouviu um colega de trabalho ou chefe dizer isso antes, mas você já parou para considerar como essa estratégia afeta nosso trabalho quando cada pessoa tem emoções?

Publicidade

A inteligência emocional é uma habilidade que aumenta muito o desempenho e a satisfação no trabalho. Sem ele, muitas vezes as vozes não são ouvidas, os conflitos no local de trabalho podem ficar fora de controle e podem ser feitos julgamentos incorretos.

Mas, ao aumentar sua inteligência emocional, você pode colaborar com as equipes de forma mais eficaz, aumentar sua motivação para realizar seu trabalho, melhorar sua confiança e relacionamentos e aumentar sua felicidade geral no trabalho.

Qual é exatamente a chave para o sucesso e a felicidade no local de trabalho? A inteligência emocional é composta por cinco categorias: habilidades sociais, autoconsciência, autogerenciamento, empatia e motivação.

Em geral, é sua capacidade de identificar, perceber, compreender e regular suas emoções e as emoções dos outros. Pense em características como humildade, consciência, autoeficacia e estabilidade emocional como parte de sua inteligência emocional, ou QE, junto com várias outras “habilidades pessoais”.

Publicidade

Ter conhecimento em seu setor e habilidade em suas tarefas profissionais são qualidades extremamente importantes, mas administrar suas emoções e as emoções das pessoas ao seu redor pode lhe dar uma vantagem no local de trabalho. Vamos dar uma olhada em como você pode aumentar sua inteligência emocional para se tornar um funcionário mais eficaz:

Desenvolvendo sua inteligência emocional para se tornar um funcionário eficaz

Reflita e faça um teste de autoavaliação

A autorreflexão é um ótimo primeiro passo para determinar o nível de sua inteligência emocional atual e onde você tem oportunidades de crescimento. Faça a si mesmo perguntas como estas:

  • Como reajo em situações estressantes e difíceis?
  • Como são minhas interações com outras pessoas no trabalho?
  • Estou aberto a outras visões e opiniões?
  • Julgo ou estereótipo outras pessoas, mesmo sem querer?

Ao se auto-refletir, é importante ser extremamente honesto consigo mesmo sobre como você realmente age, não como você espera ou pretende agir, para obter os melhores resultados. Fazer um teste de QE também pode fornecer informações tangíveis para iniciar seu processo de crescimento. 

Publicidade

Responsabilize-se por suas ações

Reconhecer quando você cometeu um erro, pedir desculpas, corrigir seu comportamento e estar disposto a perdoar os outros pode ter um grande impacto em sua inteligência emocional. Uma maneira de desenvolver suas habilidades nessa área é lembrar-se de considerar como suas ações afetam os outros, o que pode ser facilmente esquecido em ambientes de trabalho. Quando você percebe o impacto que suas decisões ou ações podem ter sobre outra pessoa, no entanto, é mais fácil mudar para uma direção mais mutuamente benéfica, pedir desculpas ou fazer as pazes, se necessário.

Faça perguntas às pessoas

Tornar-se ciente das emoções e necessidades de outras pessoas não acontece da noite para o dia. É preciso muito trabalho. E enquanto você aprende como identificar e gerenciar as emoções de seus colegas de trabalho e chefe, pode ser útil fazer-lhes perguntas para aumentar sua consciência. Isso ajudará você a entender suas preferências e sentimentos, para que possa identificá-los e regulá-los melhor no futuro. Experimente fazer estas perguntas a alguns de seus colegas de trabalho:

  • Como você se sente sobre a decisão X?
  • Como você prefere que eu me comunique com você sobre o X?
  • Como posso apoiá-lo no projeto X além das tarefas que precisam ser realizadas?
  • O que você está enfrentando recentemente?
  • O que você gostaria que fizéssemos de forma diferente como equipe / escritório?

Você também pode fazer perguntas às pessoas sobre como elas o veem. Isso pode parecer assustador, mas mostrará como as pessoas interpretam suas emoções, que podem ser diferentes da maneira como você as interpreta. Por exemplo, talvez você pareça zangado em reuniões de equipe, mas na realidade, você está focado e ouvindo atentamente. Saber disso pode ser construtivo porque permitirá que você gerencie melhor sua energia concentrada, de modo que pareça mais envolvente para as outras pessoas. Quando solicitar esse feedback, certifique-se de encontrar um colega de confiança que você saiba que será honesto e aberto. Aqui estão algumas perguntas para você começar:

  • Quais você acha que são meus pontos fortes e fracos sociais no escritório?
  • Como você descreveria a maneira como me relaciono com os outros?
  • Qual a sua opinião sobre a maneira como lido com situações estressantes?

Presuma boa intenção

Sua inteligência emocional pode diminuir quando você culpa os outros pelos problemas, faz julgamentos sobre as opiniões de outras pessoas e permite que a raiva assuma o controle quando surgem conflitos. Uma ótima estratégia para combater isso é sempre supor que as pessoas têm boas intenções com suas ações, palavras e pontos de vista. Muito poucas pessoas estão propositalmente tentando causar problemas no local de trabalho, mas é fácil supor que estão quando não entendemos de onde vêm. Começar assumindo as boas intenções torna mais fácil buscar o entendimento em vez de formar julgamentos e tentar provar que as pessoas estão erradas.  

Fale com seu chefe sobre motivação

Compreender o que o motiva é um componente-chave de sua inteligência emocional. Quando você está devidamente motivado, seu desempenho e eficácia aumentam. Tenha uma conversa aberta com seu supervisor sobre as coisas que o motivam e como essas coisas podem ser incorporadas em seu relacionamento e trabalho. Eles apreciarão sua iniciativa e desempenho superior, e você se sentirá mais confiante e motivado!

Resumindo, tornar-se um funcionário emocionalmente inteligente requer uma autorreflexão honesta, conversas abertas e vulneráveis ​​e esforços autênticos para mudar a forma como você lida com emoções complexas e em constante mudança no local de trabalho. E a boa notícia é que, conforme você cresce, seus colegas de trabalho perceberão as mudanças que você está fazendo e sua inteligência emocional pode inspirá-los a refletir e transformar também!

0

ATENÇÃO!!!!

Vaga Jovem Aprendiz Sicredi: candidatar-SE as vagas!!!